top of page

Positividade tóxica: Quando o otimismo se torna um fardo


Por Fabi Mesquita: Às vezes, a pressão para sermos constantemente positivos pode ser esmagadora. Mas a psicanálise nos ensina que nossas emoções, mesmo as "negativas", têm um propósito importante em nossas vidas.


Sigmund Freud nos lembra que reprimir nossas emoções pode levar a conflitos internos e problemas de saúde mental. A positividade tóxica nos encoraja a ignorar nossas emoções genuínas, mas é fundamental lembrar que todas as nossas emoções têm valor e podem nos ensinar algo sobre nós mesmos.


Carl Gustav Jung, por sua vez, nos convida a explorar nosso inconsciente e a encontrar equilíbrio entre as partes claras e sombrias de nossa psique. A jornada para a autenticidade passa pela aceitação de todos os aspectos de quem somos.


Às vezes, é preciso abraçar a tristeza, a raiva e o medo para crescer e nos entendermos melhor. Não somos máquinas de felicidade, somos seres humanos complexos.


Então, da próxima vez que se sentir pressionado a ser sempre positivo, reserve um momento para se reconectar consigo mesmo e suas emoções. Lembre-se de que está tudo bem não estar bem o tempo todo.

8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page