top of page

Tratamento como prevenção e PrEP reduzem novos casos de HIV em homens gays e bissexuais



Um estudo realizado na Austrália demonstrou que o tratamento antirretroviral em homens gays e bissexuais é altamente eficaz como medida de saúde pública na redução da transmissão do HIV. Entre 2010 e 2019, houve um aumento de 27% no número de homens gays e bissexuais em tratamento antirretroviral e com carga viral indetectável, o que resultou em uma redução de 66% nas infecções por HIV. A relação entre o aumento do número de pessoas com supressão viral e a redução da transmissão do HIV tornou-se ainda mais forte após a introdução da PrEP, um medicamento usado para prevenir o HIV. Cada aumento de 1% na prevalência da supressão viral correspondia a uma redução de 20% na incidência do HIV.


O estudo examinou mudanças no status de HIV, adesão ao tratamento, supressão viral e uso de PrEP em 101.772 homens gays e bissexuais recebendo serviços de saúde em 69 clínicas que oferecem testes de HIV. A análise primária observou a incidência de HIV em homens que fizeram o teste pelo menos duas vezes durante o período de acompanhamento e que eram HIV negativos no primeiro teste. A incidência do HIV diminuiu 66% entre 2010 e 2019, de 0,64 para 0,22 casos por 100 pessoas-ano.


O número de usuários da PrEP aumentou de 17% em 2016 para 36% em 2019, quando 12.189 homens tomavam a PrEP. A repetição do teste de HIV aumentou durante o período do estudo e os pesquisadores calcularam que a prevalência de HIV não diagnosticado caiu de pouco menos de 11% em 2010 para 9% em 2019.


A análise mostrou que cada aumento de 1% na prevalência de supressão viral estava associado a uma redução de 6% na incidência de HIV e que a incidência de HIV foi 70% menor em homens que usavam PrEP em comparação com não usuários de PrEP. A incidência do HIV caiu mais acentuadamente entre 2015 e 2017 e se estabilizou após esse ponto, sugerindo que a expansão do uso da PrEP reforçou o impacto do declínio do HIV não diagnosticado e da carga viral não suprimida na incidência do HIV.


REFERÊNCIAS

Callendar D et al.: Tratamento como prevenção do HIV e seu efeito na incidência de HIV entre gays cisgêneros, bissexuais e outros homens que fazem sexo com homens na Austrália: um estudo de coorte longitudinal de 10 anos; Inglês, Lancet HIV, publicado online em 14 de abril de 2023. DOI: https://doi.org/10.1016/S2352-3018(23)00050-4

15 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page